Selecionando o parceiro certo para a jornada
Quando o Salford Royal NHS Foundation Trust procurou padronizar seus sistemas de monitoramento de pacientes, foi impulsionado pela aspiração de deixar de usar papel até 2020 e aumentar a segurança com a visibilidade contínua dos dados durante toda a jornada do paciente. A pesquisa levou-os às soluções da Mindray.

Com o seu esforço contínuo para fornecer cuidados pessoais seguros e higiênicos para os pacientes, o Salford Royal Hospital é um dos hospitais de melhor desempenho no país. A equipe dedicada de 7 mil funcionários do hospital fornece serviços hospitalares, comunitários, primários e de assistência social à cidade de Salford e serviços especializados para Manchester e arredores. O hospital foi o primeiro no norte da Inglaterra a alcançar uma classificação excepcional - a mais alta classificação dada - pela Care Quality Commission (Comissão de Qualidade de Cuidados de Saúde).

O Salford Royal Hospital também tem mais de 40 anos de história como órgão de ensino universitário, treinando e educando uma ampla gama de médicos.

Uma imagem do edifício principal do Salford Royal Hospital e jardins

Desafios no caminho

  • A substituição de monitores de 20 anos exigiu um parceiro que pudesse fornecer soluções para todo o sistema e à prova de mudanças futuras.
  • A transferência de pacientes entre departamentos não monitorados representa um risco possível de ser evitado.
  • Visibilidade limitada de dados de pacientes entre departamentos e nenhuma conectividade de dados de monitoramento de pacientes a registros eletrônicos.
  • As diversas tecnologias de monitoramento periférico estavam desordenando as salas de operação e os custos dos acessórios eram mais altos do que o necessário.

"Nós queríamos tudo"

Três fornecedores de assistência médica foram escolhidos e, após um processo de seleção detalhado, a decisão foi tomada rapidamente quando a Mindray demonstrou sua gama exclusiva de produtos e suporte. De acordo com o gerente de dispositivos médicos do Salford Royal Hospital, Satpal Singh, estabelecer quais outras opções estavam disponíveis no mercado foi um exercício inestimável, em vez de aderir ao status quo.

"A repadronização é essencial para nós, pois a jornada do paciente - e a coleta desses dados - deve se aproximar da perfeição no futuro", explicou.

De desconhecido a vencedor

O Salford Royal Hospital iniciou um projeto de aquisição envolvendo todo o hospital e um programa contínuo durante um período de três anos. Satpal observou que a conformidade e a relação custo-benefício eram considerações importantes.

"Tudo em que investimos tinha de fazer sentido para toda a região noroeste e não apenas em Salford", disse ele, "somos um grande hospital de ensino, temos muitos estagiários passando por essa organização, então queríamos investir em um fornecedor capaz de suportar isso".

No começo, a Mindray era vista como uma pessoa secundária, já que não havia trabalhado anteriormente com o hospital. No entanto, "no final da apresentação inicial", observou Satpal, "já havia uma visão unânime de que, em termos de conceito e capacidade, a Mindray era um fornecedor de alto nível."

No período de avaliação, os produtos de todos os três fornecedores foram exibidos nas salas de cirurgia, na terapia intensiva e na emergência. A maioria do feedback positivo recebido foi a respeito da qualidade da imagem do BeneVision N Series da Mindray, que foi descrito como "absolutamente fantástico".

Um membro da equipe chegou a afirmar: "Isso vai revolucionar a maneira como o hospital monitora seus pacientes".

Os monitores de pacientes da série BeneVision N, o carro-chefe do portfólio de monitoramento de pacientes de última geração da Mindray, foram aclamados pelos responsáveis.

"Após as avaliações clínicas, a Mindray ganhou em termos clínicos, técnicos e de preço, obtendo a melhor avaliação em todas as categorias e foi premiada com a venda para todo o hospital através do NHS Supply Chain Framework em janeiro de 2018."

"Muito superior ao que tínhamos"

O anestesista consultor, Dr. Joe Sebastian, estava entre os principais responsáveis e está encantado com os produtos e serviços fornecidos pela Mindray: "o monitoramento e a compatibilidade são muito superiores ao que tínhamos", disse ele, "a integração de várias tecnologias em um monitor torna os dados facilmente visíveis e as salas de cirurgia mais organizadas".

Dr. Joe Sebastian, Consultor Anestesista no Royal Salford Hospital

"Há espaço limitado em salas de cirurgia e indução, mas como a solução da Mindray é um sistema modular, isso nos ajudou a economizar nos acessórios e nos permitiu tirar equipamentos excedentes", disse ele, "simplificando, todas as soluções estão disponíveis em um sistema de monitoramento - um benefício para os médicos e, em última instância, melhorando a eficiência, a segurança e os resultados dos pacientes".

"O que me atraiu para a Mindray foi o BeneVision N22", disse o Dr. Joe Sebastian, "parecia muito melhor do que os outros produtos: especialmente os gráficos. A Mindray ofereceu a garantia mais longa de todos os fornecedores. Uma das minhas preocupações com o minimonitor BeneVision N1 era saber o que aconteceria em caso de queda. A Mindray me tranquilizou a respeito de sua robustez, dizendo que honraria nossa parceria com uma substituição e/ou reparos".

O monitor de paciente BeneVision N22

O monitor de transporte de paciente BeneVision N1

Os monitores de paciente Mindray BeneVision N22 e N19 agora são implementados na sala de anestesia e nas principais salas de cirurgia. Com sua tela de 22 polegadas de 1680 x 1050 pixels, o BeneVision N22 possui um layout dividido perfeito na orientação retrato. O design modular permite a flexibilidade para que os sistemas girem de paisagem para retrato, e o módulo iView combina um PC integrado e o monitor de paciente na mesma unidade. O design otimiza o resfriamento sem a necessidade de um ventilador.

Com a plataforma multiparâmetro de platina, o módulo opcional lateral CO2 totalmente integrado BeneVision N1 monitora o estado respiratório do paciente, negando a necessidade de módulos adicionais para o transporte de pacientes, particularmente aqueles que estão entubados.

Seja o parceiro selecionado para a jornada

O monitoramento da Mindray agora é totalmente funcional em 20 salas de cirurgia e a equipe se envolveu com o treinamento e comissionamento fornecidos pela Mindray durante um período de quatro semanas.

O hospital fez sua segunda fase de pedidos em dezembro de 2018 para sua UTI, Emergência, EAU e centro de atendimento cardíaco. A terceira e última fase será encomendada em 2019 para todos os sinais vitais e monitoramento de enfermaria ECG com três cabos O hospital de Salford espera alcançar sua aspiração de conectar os monitores ao sistema de registro de pacientes no final do ano, com vistas a eliminar papéis até 2020.

Satpal concluiu: "A parceria é um sucesso. Não há nada que tenhamos pedido que não tenha sido atendido. É uma relação extremamente positiva".

Uma solução "Nota 10"

  • A transferência de pacientes entre os departamentos terá um risco reduzido, uma vez que os pacientes serão continuamente monitorados.
  • Várias tecnologias de monitoramento periférico foram removidas, proporcionando um ambiente de salas de cirurgia mais simplificado.
  • A padronização está proporcionando economia de custos em acessórios e ajuda a harmonizar o treinamento de pessoal.
  • Os médicos acreditam que a tecnologia acabará por melhorar a eficiência, e os resultados na segurança dos pacientes.
  • Investimento à prova de mudanças futuras - a visibilidade e a coleta de dados do paciente serão extremamente melhoradas quando o hospital de Salford conectar todos os monitores ao seu sistema de registro eletrônico.
x

Open WeChat and Scan the QR code .Get the Webpage and Share on Moments.