Uma força mais jovem lidando com os desafios do envelhecimento
Situada no litoral do nordeste da Inglaterra, Sunderland é uma importante cidade portuária com uma população de mais de 275 mil habitantes. Desde 2016, o número de residentes de Sunderland com 65 anos ou mais ultrapassaram o número da geração mais jovem.
Cortando a cidade, sirenes de ambulância podem ser ouvidas com frequência, um lembrete de que Sunderland enfrenta os crescentes desafios de uma população que está envelhecendo e as complexas novas demandas de tratamentos médicos - assim como em muitas outras cidades de médio porte do Reino Unido.

Como maior e mais prestigiado hospital local, o Sunderland Royal Hospital tem fornecido uma considerável variedade de serviços especializados para cerca de 860 mil pessoas, muitas das quais são de fora da área de Sunderland, há décadas. Mas agora a demanda está se expandindo rapidamente. A equipe do hospital está lutando para lidar com a pesada carga de trabalho e com a falta de quartos e recursos médicos devido ao aumento do número de pacientes idosos.
Embora eles tentem se manter organizados e dinâmicos como sempre foram, o aumento da demanda exigiu uma abordagem mais inovadora e eficiente.

Uma mudança inovadora para oferecer dignidade ao paciente

A ideia de construir um sistema de UTI de alta tecnologia começou em 2012. O hospital decidiu utilizar uma abordagem de construção modular acelerada para construir uma nova Unidade de Cuidados Intensivos Integrados (ICCU-UTII), em que cada unidade foi projetada individualmente antes de ser integrada a todo o sistema.

O sistema consiste em 18 unidades de cama de solteiro. Cada unidade é isolada uma da outra e totalmente isolada sonoramente. O lado dos médicos é projetado com uma parede eletrônica e especial de vidro do teto ao piso para fornecer visibilidade, mas pode ser tornada opaca para proteger a privacidade do paciente apenas com o uso de um interruptor. Todo o projeto do UTII - layout, tecnologia aplicada, equipamento utilizado - tem o objetivo de reduzir o risco de infecções cruzadas e assegurar um ambiente seguro de UTI.
"Quando estávamos projetando as unidades, não queríamos apenas recriar o que já tínhamos em uma escala maior. Queríamos fazer algo diferente projetando todas as salas secundárias que ajudam no controle de infecções com privacidade e dignidade ", disse Dave McNicholas, gerente do hospital da UTI

Uma solução vigorosa para a UTI

Quando a abordagem do design estava sendo definida, surgiu um problema técnico: nas UTIs, os profissionais de saúde estão sempre tentando encontrar um equilíbrio entre fornecer o melhor atendimento e reduzir entradas desnecessárias no leito de UTI.

Para proteger a segurança do paciente e prevenir infecções cruzadas, o Sunderland Royal Hospital exige que sua equipe de enfermagem faça todo o trabalho administrativo fora das unidades. No entanto, o cuidado deve ser prestado à beira do leito. Existe uma melhor solução de monitoramento de pacientes que permita que eles tenham acesso às duas coisas?

Depois de examinar o mercado, o Dr. Paul McAndrew, consultor do Sunderland Royal Hospital na área de Anestesia e Medicina Intensiva, encontrou a solução - o monitor de paciente Mindray BeneVision N22 atende a todas as suas necessidades em termos de coleta, armazenamento, exibição e análise. Em alinhamento com seu estilo de trabalho dinâmico, o dispositivo serve como uma solução vigorosa e eficiente para a carga de trabalho pesada na UTI.

O dispositivo cobre uma ampla gama de medições fisiológicas, até mesmo alguns parâmetros inovadores, como rSO2. E esses dados de pacientes, que eram tradicionalmente anotados em cadernos de registros, agora podem ser organizados e armazenados com segurança na rede interna do hospital - o que facilita sua revisão.
E o mais importante de tudo, o produto possui um de seus recursos favoritos - a tela rotativa única que suporta visualização em retrato e paisagem. O inovador modo retrato permite que mais formas de onda de parâmetro sejam exibidas e oferece suporte para uma tela dividida que permite exibir formas de onda e infográficos simultaneamente.

Além disso, a BeneVision N22 suporta uma tela secundária como monitor adicional, que tem exatamente o mesmo tamanho da tela principal - 22 polegadas e oferece controle por gestos multitoque, ajuste automático de brilho e luz de alarme. Ela resolve perfeitamente o problema do hospital - a tela secundária é colocada contra a janela para que a equipe de enfermagem possa verificá-la através da parede de vidro a qualquer momento. Mesmo quando o vidro fica opaco, a tela de cores vivas permite que os números e letras sejam claramente legíveis.

A tela secundária é colocada contra a janela para que a equipe de enfermagem possa verificá-la através da parede de vidro a qualquer momento.

A chave para um mundo médico mais inteligente

O Sunderland Royal Hospital cooperou com a Mindray pela primeira vez em 2011, quando muitas indústrias estavam começando a apostar no brilhante futuro de um "Mundo Inteligente".

Como o líder técnico do hospital, Dr. Paul McAndrew, percebeu que precisam de mais do que um dispositivo com funcionalidade avançada. Eles precisam ser dispositivos inteligentes também para acompanhar as tendências novas e rápidas, e para garantir o melhor resultado possível para sua UTII de última geração.

Essa ideia então inspirou a BeneVision N Series em muitos aspectos, particularmente no desenvolvimento das Aplicações Assistenciais Clínicas (CAA), uma série de ferramentas inteligentes integradas que podem exibir automaticamente dados clínicos complexos em uma visão simples.
A mudança de cores pelo HemoSight mostra as mudanças de ScvO2 e SvO2.


O SepsisSight oferece um modelo de decisão terapêutica baseado na análise de dados.

Por exemplo, o HemoSight foi projetado para ilustrar parâmetros hemodinâmicos. E o SepsisSight pode ajudar a identificar os primeiros sintomas da septicemia. Outras aplicações, como o Gráfico ST, o BoA Dashboard e o Early Warning Score (Pontuação de Alerta Antecipado - EWS), foram concebidos para visar, respectivamente, diferentes departamentos, desde a UTI até o CC, PS e Unidade de Cuidados Coronários.

Notavelmente, as aplicações são capazes de sugerir um modelo de decisão terapêutica baseado na análise inteligente de dados sobre parâmetros relacionados. Ao consultar o modelo sugerido, os clínicos podem tomar decisões clínicas confiantes de maneira altamente eficiente, economizando assim mais tempo para o atendimento ao paciente.

Satisfazendo as necessidades de inteligência e eficiência, o BeneVision N22 oferece ao Sunderland Royal Hospital a saída para um mundo médico mais inteligente. Agora, o hospital tem a sua frente um futuro brilhante, em que esta parceria de longa data com a Mindray continuará a trazer um poder tecnológico mais inteligente e mais inovador, que irá remodelar a perspectiva da assistência médica.
Agradecimentos especiais a:
Dr. Paul McAndrew, Consultor em Anestesia e Medicina Intensiva, Sunderland Royal Hospital
Dave McNicholas, Gerente do UTII, Sunderland Royal Hospital
x

Open WeChat and Scan the QR code .Get the Webpage and Share on Moments.